abril 21, 2007

Apenas uma lágrima

Apenas uma lágrima
rola na minha face.
Valerás apenas uma
dolorosa, intocável...?
Pelo menos tudo molhasse.
Fosse um rio, um lago, um mar
gritando em tempestade.
Apenas uma lágrima
evaporou, condensou e é nuvem.
Valerás um céu cinzento?
A lágrima já não vem,
perdeu-se na sua queda
e enxugou ao vento.
Não posso pagar nessa moeda!

adc

10 comentários:

Anónimo disse...

olá. mto giraço

José Pereira disse...

As lágrimas são a consequência da dor que sentimos no nosso Interior, quando esta ultrapassa o nosso próprio limite, não há como transformá-las em nuvens ou reduzi-las apenas a uma! Se esses Olhos verdes falassem ...!

Brain disse...

Gostei!

Beijo.

adc disse...

... se meus olhos falassem, diriam que não choram mais!
Por outro lado, quedo-me pelo olhar, observar, reparar, gravar, simplesmente ver e registar.

jinhos da adc

Papoila disse...

Uma só chega para um poema tão belo.
Uma só e faz um rio...
Beijo

Brain disse...

adc,

Estiveste no meu espaço!
Obrigado pela visita, pelas palavras, pela companhia dos teus beijos.

Mas sabes, para mim, o endereço do teu blog não é necessário, conheço-o BEM!
:)

Beijo sentido.

nat disse...

Bom fim de semana...
Sem lágrimas,
e com muitos sorrisos!!

Bjs

Aline Escórcio disse...

Algumas lágrimas demoram tanto a cair e vem com tão pouca força que até pode-se duvidar do motivo pela qual elas surgiram...

Bela poesia!

Poeta da Lua disse...

vim deixar-te um abraço e um sorriso!
menina que chora....

Anónimo disse...

Gosto muito de ler o que escreves.
Tens um dom especial em moldar as palavras de acordo com o que sentes...

As lágrimas são a reacção do nosso organismo a um corpo estranho e a máquina da lavar da nossa alma...

Se hoje choro, foi porque já fui feliz...

Beijos grandes deste teu novo leitor :)

PJ