setembro 28, 2006

Mãe

Mãe é...
Querer bem
Preocupação
Ter um aperto no coração
Não dormir
Estar ansiosa
Saber ouvir
Sempre carinhosa
Ter quem amar
Por mim esperar
Ver-me e sorrir
Ter esperança
Não desistir
Não querer incomodar
E tudo compreender
Mãe é...
Um abrigo, porto seguro e o nosso lar também.

adc

4 comentários:

MarcusAntónius disse...

Muito bonito, parabéns...
(Podias tirar a música que é um pouco irritante...)

Louco de Lisboa disse...

Mãe é muito, tudo... pena que com o tempo tanta coisa se altere na relaçáo, e por mais que pensemos não, isso acontece.
Fico triste que seja assim...

Um beijo, até outro instante.

*A musica, a musica é para tu gostares, só depois podes pensar em nós... e se a tens é porque gostas, isso é que importa.

Papoila disse...

Mae é tudo isso e está lindo este poema.
Sinto-me tão bem aqui nos teus poemas desarrumados.
Beijo

ana disse...

Marco, há lá um botãozito para parar a música... não se pode agradar a gregos e a troianos... e não se pode agradar 100%...
Espero, pelo menos, que não páres de me ler.

Beijitos
adc