julho 13, 2007

Leitura

Leio vontades no brilho do olhar.
Traço novos planos ao sabor de cada beijo.
Desenho na pele o caminho de cada desejo.
Leio nos raios de sol contos de encantar.
Aqueço ao sol dos murmúrios de cada suspiro.
Arrefeço ao sabor da distância de cada imagem.
Leio o obrigatório, o proibido, o perigo .
Registo as regras no ouvido, no umbigo.
Apago arranhões, hematomas do que dizem.
Leio, mais uma vez, o gesto, o riso no abraçar
e deixo-me por lá ficar, amar.

adc

4 comentários:

nat disse...

Andas a ler um bom livro...
eh eh eh eh

Bom fim de semana
Continuação de boas leituras!

bjinhos
da ex-vizinha

Ni disse...

Apaixonante leitura... letras de olhares, com traços rasgados na harmonia de envolventes desenhos... quadros pintados com pinceis que escorregam das mãos... Com ou sem regras, eis que os poemas se (des)arrumam...

Sempre passei por aqui em silêncio, talvez com medo desta minha (des)arrumação... Hoje, surpreendi-me nas tuas "Ligações".
Obrigada.

Vou continuar por cá...

Beijinho

Brain disse...

Lês a vida nos desejos,
E escreves as palavras nos enleios,
Que o teu sentir te leva,
A nos teus lábios,
Esboçar esse sorrir.

(sim, esse que está nessa mesma foto,
aqui do lado direito!)

Adorei.

Beijo.

carla granja disse...

OLÁ! GOSTEI DO TEU BLOG É MUITO ACOLHEDOR E O K ESCREVES TMB. SE KISERES DÁ UMA OLHADA NO MEU K É COM POEMAS DE MINHA AUTORIA E COM FOTOS MINHAS TMB.
HTTP://PAIXOESEENCANTOS.BLOGS.SAPO.PT
BJO
CARLA GRANJA