maio 09, 2007

Impronunciável incoerência

Inconstante
amigo, amante
aterra por aí.
Incoerente
tão igual e tão diferente.
Inconsequente,
mede o que lá vem.
Inacessível com filtro...
fumado até à última.
Incompreensível
atracção.
Inexplicável
luz do dia
Apetecível
amendoim salgado,
fatia de bolo de chocolate.

adc

5 comentários:

.*.Magia.*. disse...

Vim dali... do cantinho dos Impulsos da Alma... e deparo-me com esta impronunciavel incoerência...

Vim dizer que não me pronuncio... porque me sinto incoerente a dizer o que quer que seja ;)

Kiss

Poeta da Lua disse...

voltei!
e noto que gostas mesmo de bolo de chocolate!
um abraço e um sorriso!

.*.magia.*. disse...

Olá menina da sigla (adc) :P

Vim cá dizer que gostei de ver o João Esquecido lá no Cheers!!!!

Já me tinha esquecido dele, não do Cheers, estou a falar do João Esquecido, já me tinha esquecido do João Esquecido...

Um abraço para a coerência da tua lembrança...!

Ah... vi-te na festa do aniversário do Louco de Lisboa, estivemos lá à mesma hora, mas em janelas diferentes...

ESquecidas?????
Nãaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!

Brain disse...

Incoerência?
Inconsequência?
Inacessível?
Incompreensível?
Inexplicável?

Se calhar... não será bem assim!

Apetecível?
Então, porquê as primeiras interrogações?

Ora refaz lá isto,
Lê no sentido inverso da gravidade,
E vê se o teu sentimento se mantém...

Se calhar... não.
E se calhar... agora é que está certo!

Os sentimentos devem ser vividos!
Para serem pensados, existem os pensamentos!

Beijo.

nat disse...

Incompreensível e inexplicável é a minha vontade, repentina, de devorar uma fatia de bolo de chocolate...

Nham nham...


É sempre delicioso ler estas palavras que escreves desarrumadamente!!!

beijo