setembro 14, 2006

A beleza


A beleza
Sempre foi
Um motivo secundário
No corpo que nós amamos;
A beleza não existe,
E quando existe não dura.
A beleza
Não é mais do que o desejo
Fremente
Que nos sacode...
- O resto, é literatura.


António Botto

2 comentários:

vincedu35 disse...

que tal,?
Muy bien; have a nice day
Bonne journée

http://www.santeducation.com/

Papoila disse...

Vejo sempre os comentários atrasados.
Obrigada pela tua visita.
Bela escolha de António Botto.
Beijo