maio 25, 2006

Por TIMOR



Mar Meu

Pudesse eu
Prender entre os dedos
Os suspiros do mar
E distribui-los
Às crianças

Pudesse eu
Acariciar com os dedos
A suave brisa das ondas
E sentir cabelos
De crianças

Pudesse eu
Sentir nos dedos
O beijo das espumas
E ouvir risos
De crianças

Pudesse eu
Tocar com os dedos
O sono do mar
E embalar os olhos
De crianças
(...)

Oh, mar meu!
Porque esperas?
Porque não dás?
Porque não sentes?
Porque não ouves?
(...)

Xanana Gusmão

6 comentários:

Anónimo disse...

Your site is on top of my favourites - Great work I like it.
»

ana disse...

Do I know you? Why don't you sign your coments? It's great to know that someone is reading it.
Bye!
adc

Anónimo disse...

I'm impressed with your site, very nice graphics!
»

Anónimo disse...

Super color scheme, I like it! Keep up the good work. Thanks for sharing this wonderful site with us.
»

Anónimo disse...

I say briefly: Best! Useful information. Good job guys.
»

Anónimo disse...

I find some information here.